Wa Project.

A importância do design thinking para o desenvolvimento de softwares
Quando falamos em design, a maioria das pessoas traz à memória trabalhos gráficos. Este campo técnico de saber, no entanto, vai muito além de trabalhar elementos visuais. Ele trata de projetar soluções em todas as muitas vertentes onde está inserido. Em última instância, a função do designer é analisar as possibilidades de se resolver um determinado problema. Justamente por isso, vale entender a importância do Design Thinking para o desenvolvimento de softwares. O conceito em questão está muito ligado à capacidade de inovação e adequação do esforço criativo dos desenvolvedores. Através de uma metodologia criativa e analítica, procura-se alcançar a visão que o cliente tem sobre o produto. Pergunta-se: ele resolve os meus problemas? É cômodo e simples de se usar? É como se os programadores empreendessem um esforço para criar uma espécie de “software ergonômico”. Esta disciplina mencionada visa melhorar a relação do homem com máquinas e utensílios de forma a extrair melhor desempenho de ambos. Pense em uma cadeira confortável, por exemplo. Ela permite que o profissional trabalhe por mais tempo e sob condições que aumentam a sua produtividade. Com este exemplo, começamos apenas a desbravar a metodologia do Design Thinking. A seguir, analisamos como o conceito em questão se converte em aliado para a criação de softwares de qualidade.

Design Thinking - Entenda o conceito

Pensar como um designer é basicamente desenvolver soluções considerando quem irá utilizar os produtos futuramente. Isso significa levar ao centro da criação as necessidades dos usuários. Além disso, falamos de uma abordagem holística, que trabalha com um todo que inclui possibilidades tecnológicas e horizonte do mercado. O Design Thinking facilita a inovação justamente por ser também um processo contínuo de aprendizagem. Nele, os problemas são avaliados e redefinidos constantemente. O que se busca é entender todos os pormenores da solução que está sendo criada. É por isso que as metodologias envolvidas no conceito permitem que novas respostas para os problemas enfrentados sejam encontradas. Pense na fotografia, que por muitos anos buscou o registro da cor, ou até mesmo na invenção do cinema. Este último que foi originalmente uma solução para registrar a realidade com aquilo que pintura e fotografia não podiam reproduzir: o movimento. Nestes casos temos a apresentação de um problema e diversos caminhos que levaram a melhores respostas para antigas questões. No que diz respeito ao Design Thinking, propriamente, sua aplicação tornou-se popular a partir da década de 70. Engenheiros e desenhistas industriais buscavam desenvolver produtos cada vez mais inovadores para atender às necessidades da crescente população. Saiba que tudo o que foi dito pode ser facilmente adaptado para a programação. Quer se inteirar a respeito de alguns caminhos para melhorar o desenvolvimento de software da sua empresa? Leia mais sobre o assunto aqui.

A importância do design thinking para o desenvolvimento de softwares

Entender o conceito aqui tratado já é responder à pergunta proposta no título do artigo. Resumidamente, o Design Thinking possibilita que o seu desenvolvimento de softwares atinja melhores resultados. Primeiro, a sua criação estará sempre em um processo constante de adaptação e evolução. Afinal, quando falamos de soluções tecnológicas, não é possível manter-se estático no tempo e espaço. Frequentemente, mudam os contextos, necessidades e o próprio consumidor durante o processo. Em segundo, as metodologias inspiradas pelo design ajudam a confrontar hipóteses durante a criação de programas. As respostas insuspeitas, que mais tarde serão entendidas como inovadoras, são encontradas durante esta fase. Trata-se, portanto, de um caminho para proporcionar respostas eficazes e incentivar a criatividade. Especialmente, porque esta ferramenta conceitual é tudo menos linear. Por fim, é também uma matéria que estimula o desenvolvimento de soluções mais empáticas. O cliente é, assim, o centro de todas as soluções. Concluindo, a importância do Design Thinking para o desenvolvimento de softwares será percebida da conceituação, à prototipagem, até os testes. Sendo uma linha criativa e analítica que permeará todo o seu processo de criação, permitindo sempre os melhores resultados. Quer aprender mais sobre tecnologia, gestão e desenvolvimento de software? Então visite o nosso blog.