Wa Project.

Desenvolvimento Mobile: Por onde começar?

O mercado mobile é cheio de possibilidades. Uma pesquisa do IBGE, de 2016, revelou que 77% dos brasileiros têm algum telefone celular. O aparelho também é líder de acesso à internet. Da população, praticamente 65% das pessoas estão online e, destes, 94% usam o celular como dispositivo primário de acesso. Esses números mostram muito claramente que o potencial público para aplicativos é muito grande. Por isso, o desenvolvimento mobile é uma ótima alternativa. Mas, por onde começar?

Aplique o seu conhecimento

Antes de começar o desenvolvimento, é muito importante usar como ponto de partida o seu próprio conhecimento. Se você não sabe absolutamente nada de programação, é preciso aprender. Se você já sabe alguma coisa, existem certos atalhos. Mas, para aprender, é preciso fazer. Aqui, o desenvolvedor iniciante tem algumas opções. Por exemplo, a linguagem de Android é baseada em Java, portanto, se existe algum conhecimento prévio nela, o desenvolvimento para esse ambiente é uma excelente opção. Mesmo para quem não tem esses conhecimentos, o Android pode ser um bom lugar para começar. Assim como qualquer aprendizado, você deve iniciar pelo mais simples, e o Android tem uma base de conhecimento menor que o IOs. Esse sistema tem diversas soluções já prontas que você pode conferir. Tem também um número geralmente bem maior de soluções para cada problema e, além disso, existem mais tutoriais.

Buscando aprender o básico

Primeiramente, é preciso entender o básico da lógica de programação e conceitos como algoritmo, que fazem parte de qualquer desenvolvimento. É necessário dedicar um tempo para aprender isso. Uma opção interessante é usar o desenvolvimento nativo. Um aplicativo nativo é feito na linguagem específica de cada sistema, o Android ou IOs. Enquanto existe a clara desvantagem de limitar o público, é uma maneira muito mais fácil de desenvolver, já que os kits de desenvolvimento facilitam muito a programação, por conta de tutoriais e de uma linguagem já integrada ao sistema. O contraponto a essa opção é o desenvolvimento híbrido. Nele, você usa uma ferramenta multiplataforma que irá fazer a aplicação funcionar em ambos os sistemas. Essa é a melhor opção para quem quer atingir os usuários de Android e iOS mantendo apenas 1 projeto, afinal você pode disponibilizar o app para ambos os sistemas. Nesse artigo, você ver com mais detalhes o que diferencia esses métodos. Uma vantagem do desenvolvimento híbrido é que os sistemas podem usar linguagens mais amplas, até mesmo com aplicações em desenvolvimento web, como Javascript e HTML. De qualquer maneira, para quem tem pouco, ou nenhum, conhecimento, a dica é fazer um, ou mais, aplicativos testes, não importa a opção. O nativo talvez seja a melhor opção por conta dos tutoriais, visto que o objetivo é apenas aprender como os conceitos básicos funcionam, já que noções de lógica de programação e orientação a objetos estão presentes em qualquer desenvolvimento. Aqui, não importa a qualidade do aplicativo, essa é apenas uma chance para colocar a mão no sistema e aprender os conceitos básicos. Uma vez que essas decisões sejam tomadas e o conhecimento for adquirido é hora de partir para o desenvolvimento mais prático. A WA Project pode dar toda a consultoria que você precisa para ajudar a colocar a mão na massa. Nesse artigo, por exemplo, você pode ver as principais etapas para o desenvolvimento e planejar o caminho ideal."