Wa Project.

4 dicas para avaliar um software ainda em desenvolvimento
Softwares corporativos fazem parte de um enorme número de empresas no Brasil, e há mais tantas outras realizando o serviço de desenvolvimento dos mesmos. Entretanto, é natural que seja difícil escolher os profissionais certos para fazer isso. Depois de decidir pelo desenvolvedor do software da sua empresa não precisa ficar preocupado o tempo todo, apenas aguardando o resultado. Você pode (e deve!) avaliar o processo de desenvolvimento do software. Afinal, é você que lidará com ele depois de pronto e são os seus clientes que serão afetados pelo mesmo. Consequentemente, é sua marca que está em jogo. Algumas dicas são muito úteis para auxiliar nessa análise. Conheça-as:

1. Entendimento claro do problema

Quando você sentar para conversar com os responsáveis pelo desenvolvimento é fundamental que exista uma ideia bem clara do que deve ser feito. O software está sendo feito para resolver algum problema presente na sua empresa, ou para inovar e aumentar o seu alcance de público. Seja lá qual for o objetivo é preciso que ele seja visível e transparente. Para ter certeza de que os dois profissionais estão na mesma página o ideal é fazer perguntas, gerais e específicas. As respostas do desenvolvedor deverão ser claras para você também.

2. Compartilhamento da solução entre todos os envolvidos

Agora que vocês já sabem qual o problema a ser tratado, é importante que saibam, também, qual caminho querem trilhar para solucioná-lo. Novamente, a comunicação aqui é a chave. Além disso, outra boa ideia é pedir por um protótipo do projeto. Dessa maneira você saberá desde o princípio se vai aprovar o conceito desenvolvido e suas aplicações.

3. Cronograma

A empresa contratada vai oferecer um prazo para entregar o software. Não esqueça de que o desenvolvimento de um programa completamente novo não é tão rápido, mas a responsabilidade de arcar com os prazos é do desenvolvedor. Acompanhe o cronograma da equipe desenvolvedora junto com ela, para ter certeza de que tudo está sendo feito dentro do esperado. É claro que imprevistos podem acontecer, mas, no geral, atrasos talvez indiquem algumas complicações e consequente pouca qualidade do material final.

4. Homologação participativa

Se você esteve presente em todos os outros momentos, por que não estaria no final? Na hora de verificar e aprovar o que foi feito, veja o checklist junto com os desenvolvedores. Confira se os itens estão de acordo com o que você precisa e aponte qualquer um deles que precise ser corrigido. Avalie também o desempenho da equipe. É determinante que essa etapa seja feita ao mesmo tempo em que os desenvolvedores a fizerem. Se você deixar para depois a pauta vai esfriar e é provável que as soluções apontadas já não sejam mais da melhor qualidade. A empresa que está desenvolvendo o software precisa ser responsável, organizada e apresentar sempre um material de qualidade. Confira outros clientes satisfeitos, verifique a reputação da empresa, e peça pela participação durante o processo. Depois de tudo, você terá um software funcional e perfeito especificamente para o seu negócio.